Desenvolvimento de Projetos e a Economia Criativa

Desenvolvimento de projetos
fonte: Pixabay.com

Para os Arquitetos ,Urbanistas e Designers a criatividade é algo essencial , pois não existe projetos, sejam urbanos, residenciais ou ainda comerciais, inovadores se não existir a criatividade do profissional.

Portanto o desenvolvimento de projetos está relacionado com a economia criativa.

Desenhar um prédio ou uma cidade exige  entender como funciona a vida das pessoas que irão usufruir do ambiente, bem como compreender o relacionamento do entorno com o espaço que irá projetar.

O local deve cativar o individuo na finalidade de que o mesmo se sinta parte do todo.

Tipos de criatividade e a realização do profissional

Como cita o autor John Howkings . Economia Criativa ; “existem dois tipos de criatividade sendo que a segunda só consegue se desenvolver se existir a primeira“.

A primeira criatividade é aquela que se dá pela realização pessoal através da criação e do desenvolvimento do projeto.

A segunda  aquela que gera um produto, no caso do Arquiteto e Urbanista- um projeto.

Entretanto para se conseguir obter com êxito um produto criativo o individuo ao criar, naturalmente já estará se realizando como pessoa, já que conseguiu a partir de seu conhecimentos adquirir uma ideia que se tornou um produto.

Nessa área a criatividade deve andar juntamente com a funcionalidade.

De nada adianta um projeto inovador que não tenha função e que não consiga atrair seu publico alvo.

Por isso no processo de criação do Arquiteto e Urbanista não se concentra em apenas fazer algo que nunca foi feito antes, mas sim em criar algo com personalidade, que o cliente consiga sentir que aquilo foi feito especialmente pra ele .

Quando esse resultado é obtido o profissional consegue êxito nos dois tipos de criatividade – ele se realiza como pessoa e cria um produto que irá gerar lucro à ele.

Por exemplo, ao se desenhar uma praça o profissional deve-se atentar ao tipo de pessoa que irá frequentar a praça.

É essencial observar as necessidades locais e entender como se forma e funciona o seu entorno para depois iniciar o processo de criação.

Desta maneira o profissional conseguirá obter com sucesso um resultado criativo e funcional.

Verifica-se quão importante é entender o processo de criação para que o resultado obtido consiga entrar no mercado e gerar lucros ao criador e satisfação do cliente.